ÁREAS DE RISCOS A DESLIZAMENTOS DE TERRA EM JUIZ DE FORA, MINAS GERAIS

Letícia d’Agosto Miguel Fonseca, João Luiz Lani, Elpídio Inácio Fernandes Filho, Williams Pinto Marques Ferreira, Yan Carlos Gomes Vianna, Bianca Lima Magalhães

Resumo


Nos últimos anos os desastres naturais tais como os deslizamentos de terra em áreas urbanas e em rodovias têm se intensificado e provocado mortes e grandes prejuízos materiais no Brasil, neste contexto, o

objetivo do trabalho foi analisar a relação entre a ocorrência de deslizamentos em Juiz de Fora e a pluviometria diária do município, bem como a partir da base de dados da Prefeitura/Defesa Civil, analisar a relação dos atributos do terreno do município com a legislação de uso e ocupação do solo, a fim de discutir a restrição de uso quanto à declividade. As variáveis de terreno empregadas neste estudo foram obtidas pelo modelo digital de elevação (MDE), tendo como base uma planta topográfica plani-altimétrica. Foram utilizados os pontos e polígonos de áreas de risco mapeados pela Defesa Civil. Analisou-se as áreas de risco em relação aos atributos do relevo, discutidos com base na lei de uso e ocupação do solo, que define que terrenos com declividade acima de 30% tem uso restrito. Os dados de pluviosidade foram correlacionados com os dias de ocorrência de deslizamentos. Os resultados apontaram a existência de 222 pontos como áreas de risco. Da sobreposição desses pontos com a declividade, obteve-se a relação entre áreas de riscos e relevo. De acordo com a lei municipal, 124 pontos estariam em áreas iguais ou acima de 30% de declividade, totalizando 56% das áreas de risco da região urbana. Apesar de vários bairros apresentarem declividades acima de 30%, as áreas de risco estão relacionadas às ocupações de baixo padrão social. Verificou-se 74% de probabilidade de deslizamento a partir de dados acumulados de chuva de 10 dias, para a precipitação igual ou acima de 150 mm, e 67% de probabilidade de deslizamentos em 15 dias de observações, para chuva igual ou acima de 200 mm. As equações obtidas nas funções lineares podem ser utilizadas pela defesa civil para enviar alerta de deslizamentos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.